Semana 1 – Organizando as leituras

Obrigado a todos que decidiram participar conosco desse desafio. Esperamos que seja bem proveitoso e que consigamos chegar juntos no final do ano com a missão cumprida e com muitos aprendizados.

Vamos começar essa semana com uma sugestão. Que tal organizar uma pequena lista com as primeiras leituras? É essencial que o fato de não ter um artigo a mão para leitura não seja um obstáculo para a leitura diária. Eu pretendo ler na minha primeira hora de trabalho do dia. Assim, pretendo não deixar que outras pendências ou urgências me atrapalhem de fazer a leitura. O ideal é já ter o artigo escolhido na véspera.

Eu criei uma tabela (na verdade, o nome é banco de dados) em uma página do Notion. Tentei manter as coisas simples pra funcionarem bem. Tudo que dá muito trabalho de manter acaba não funcionando na prática.

Mesmo assim, acho que acabei complicando um pouco e enchendo de metadados. Pretendo adequar ao longo dos dias vendo o que funciona e o que não funciona. Por enquanto coloquei:

  • Um contador
  • A data de leitura
  • O título
  • A citação que vai corresponder ao nome do arquivo pdf em um diretório no meu Dropbox
  • Citações completas em NBR e Bibtex, para caso eu decida escrever um artigo ou revisão
  • Número de páginas do artigo
  • Tags para colocar o nome de alunos para os quais o artigo possa interessar
  • Tava diversas sobre os assuntos
Figura 1 – Exemplo de database para organizar as leituras. Os pdfs dos artigos estão salvos em uma pasta do Dropbox.
Figura 2 – Filtro “Lendo um artigo por dia” no Instagram @onlinebioinfo.

O Notion não é uma ferramenta projetada para ser uma base de referências bibliográficas. Existem outras nativas para isso como Mendeley, EndNote e Zotero. Você pode utilizar a que tiver mais costume e preferência.

O importante é ter uma lista inicial de leituras e definir no dia anterior o que pretende ler no dia seguinte.

Vamos testar essa estratégia na primeira semana e vamos acertando o que não funcionar ao longo dos dias!

Convidamos vocês a postarem no instagram os artigos que estão lendo marcando a gente (@onlinebioinfo). Se quiser, pode usar o nosso filtro disponível no Instagram do @onlinebioinfo.

Vamos juntos nesse desafio!

Ótima semana para todos, Raquel

Publicado por OnlineBioinfo Bioinformática

Meu nome é Raquel Minardi, sou bacharel em Ciência da Computação e doutora em Bioinformática. Sou professora do Departamento de Ciência da Computação da UFMG desde 2010, membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências (ABC), vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Bioinformática da UFMG, coordenadora da rede BaBEL de Bioinformática aplicada a Biotecnologia, vice-coordenadora do comitê especial de Biologia Computacional da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e secretaria da diretoria regional centro-sudeste da Associação Brasileira de Bioinformática e Biologia Computacional (AB3C). Sou fascinada pela área de Bioinformática e pela possibilidade de desenvolver modelos e algoritmos para suporte a resolução de problemas tão desafiadores quanto os que envolvem a biologia e biotecnologia. Também amo ensinar e desenvolver conteúdos para ensino a distância.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: